Invisto em produtos de renda fixa há 10 anos. Eu passava horas garimpando os melhores retornos, prazos de vencimento variados no portal da corretora. Tinha uma carteira com diversos CDB, LCI e LCA. Hoje, após estudar e investir em renda variável, estou mudando minha filosofia de investimentos na renda fixa.

Quando fazemos nossa conta da corretora, logo ficamos maravilhados com os retornos acima do CDI e da inflação nos títulos dos mais variados bancos e financeiras. Enquanto nos bancos grandes sofremos para conseguir 90% do CDI, nas corretoras vemos bancos menores oferecendo retornos de até 124% do CDI atualmente. Mesmo com a proteção do FGC, investir nesses produtos ainda tem risco. Se a possibilidade de retorno é maior, o risco tem que ser maior. Concorda?

Eu não estou querendo mais correr esse risco na renda fixa.

Se um banco pequeno que você tem CDB quebrar você vai receber o dinheiro de volta do FGC? Vai sim, não tenha dúvida. Porém, esse processo pode ser um pouco burocrático. Há alguns meses uma financeira fechou e deixou vários credores na mão. O FGC agiu para a devolver o dinheiro, mas não foi tão fácil assim. O relato que resumirei abaixo foi retirado do site Bastter.com.

Primeiramente, a investidora do relato ficou sem qualquer informativo da corretora e da financeira, teve que ficar acompanhando o site do FGC. Só de ficar fazendo isso, já dá uma dor de cabeça e um estresse grande. Imagine ver seus R$5 ou R$10 mil reais virarem R$0 do dia pra noite e não ter nenhuma informação do ocorrido. Após duas semanas, ela recebeu um e-mail da corretora avisando que teria que se dirigir à uma agência específica de um banco para receber o dinheiro. Além disso, viu informações divergentes sobre a documentação necessária no e-mail da corretora e nos informativos do FGC. Chegando na agência, ela teve que entrar na fila de atendimento, esperar por quase 1h e ainda teve que ouvir pedidos do gerente para abrir conta naquele banco, com “ofertas especiais” para quem veio pegar o dinheiro do FGC. Resumindo, ela teve o dinheiro de volta após mais de um mês, algumas dores de cabeça e tempo perdido em fila de banco.

Eu não quero correr esse risco por algumas centenas de reais a mais na rentabilidade. Meus investimentos mais “arriscados” já estão na renda variável, pra que vou correr riscos na renda fixa?

Com o CDI a 2,15% ao ano, que diferença faz 90% do CDI para 120%? O primeiro rende 1,93% e o outro 2,58%. Diferença de 0,65% ao ano (sem contar o IR). Sendo que um está disponível no seu banco grande que funciona há décadas (alguns há mais de um século) e tem várias agências pelo Brasil afora e outro está em um banco desconhecido que o sócio majoritário é o Governo da Líbia ou da China.

Investindo R$5.000,00 (valor mínimo de muitos CDBs nas corretoras), você terá em 2023:

  • R$5.250,22 líquidos no CDB de banco grande (90% CDI);
  • R$5.336,85 líquidos no CDB do banco pequeno/médio na corretora (120% CDI).

Uma diferença de R$86,63. Não dá um tanque de gasolina.

Nunca investi em Debêntures

Mesmo quando eu era o Rei da Renda Fixa não investia em Debêntures porque nunca fez sentido pra mim. É risco de renda variável com retorno de renda fixa. Por que eu emprestaria dinheiro para uma empresa se eu posso ser sócio dela?

Também não é incomum empresas darem calote nos credores de suas debêntures. E como não tem cobertura do FGC, você ficará esperando decisões judiciais ou então processar a empresa para ter seu dinheiro de volta. Aí é dor de cabeça pura. Perdeu dinheiro, saúde e noites de sono em troca de uma promessa de 2% a mais de rentabilidade por ano.

Também nunca investi em Fundos de Investimento de Renda Fixa

Pra que eu vou pagar pros outros se eu mesmo consigo fazer melhor, mais rápido e de graça?

Não que eu seja O Escolhido, é que os fundos são ruins mesmo.

Com a Selic e CDI tão baixos, as taxas de administração de muitos fundos estão comendo mais de 50% da rentabilidade. É melhor deixar na Poupança.

Como eu invisto na renda fixa hoje?

Essa mudança de mentalidade não ocorreu em mim do dia pra noite. Não houve afobamento nem pressa. Hoje eu espero pacientemente os títulos de bancos e financeira duvidosos que fiz no passado se vencerem e aloco em outros investimentos com mais valor pra mim.

Meu objetivo é que todos os investimentos em renda fixa fiquem concentrados ou no Tesouro Direto ou no banco grande que já sou correntista há anos. Eu quero tranquilidade e facilidade nos meus investimentos. Não adianta ficar abrindo conta em meia dúzia corretoras buscando o melhor CDB em bancos que só têm duas agências no país todo. É perda de tempo, tranquilidade e saúde. E isso não é um investimento inteligente.

Lembre-se do que tenho falado nos últimos artigos: o foco é cuidar da família, da saúde, trabalhar, estudar para se especializar, aumentar a renda e depois investir. Simplificando os investimentos, você tem mais tempo de fazer todo o resto, que é bem mais importante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s