Estamos em um período econômico bastante peculiar: queda histórica dos juros, alta histórica do dólar, queda brusca nas bolsas de valores… tudo isso em meio a uma pandemia (que também tem influência direta na situação econômica).

E aqui estamos nós novamente. Depois de ouvir várias vezes que “renda fixa morreu”, agora ouvimos “o mercado de ações está derretendo” e “não tem mais em que investir”.

Quem tirou tudo da renda fixa e apostou na renda variável agora lamenta o “prejuízo”. Assim, o medo de perder dinheiro faz as pessoas tomarem decisões na tentativa de protegê-lo, mas de efeito completamente contrário, como tirar todo o dinheiro após a desvalorização.

Quando começamos a série de renda variável, ela estava em processo de aquecimento bastante animador. Ainda assim, nosso conselho mais repetido foi ESTEJA PREPARADO PARA AS VARIAÇÕES. Afinal, é renda variável para cima e para baixo, como citamos aqui.

Entramos no jogo sabendo que essas variações existem, mas só vemos de fato o quanto estamos preparados e se não estávamos apenas seguindo o efeito manada quando um momento de queda se inicia e se agrava. Lembra da maré baixando e revelando quem estava nadando pelado? Pois é. Se não, vamos recordar um pouco lendo esse texto aqui.

Hoje, muito mais que uma tentativa de acalmar os ânimos desesperados, viemos lembrar que investimentos não são definidos em uma única aposta.

A crença de que o único passo possível é jogar a toalha quando “não é o melhor momento” de um tipo de investimento é uma armadilha com facetas demais, em que você pode cair várias vezes.

Para um bom investidor, as oscilações jogam a favor e não contra o seu patrimônio. Temos uma baixa? Hora de estudar que empresas tendem a voltar com tudo num reaquecimento. Temos investimentos diversificados? Assista aquele investimento que dependia da valorização de uma moeda crescendo.

Diversificar, manter e estudar cada dia mais. Não ficar jogando seu dinheiro de um lado pro outro por causa de “recomendações” e perdendo partes dele em taxas, impostos, desvalorizações e maus negócios.

E não esqueça: isso não quer dizer que as causas das oscilações devam ser simplesmente aceitas. Decisões governamentais, crises de saúde, esquemas de corrupção e outros problemas devem ser combatidos sim. Mas as variações econômicas não são a raiz, apenas a consequência.

O mercado não está derretendo, ele só está variando, como esperado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s