Finalmente começamos a nossa série especial sobre Renda Variável. Hoje eu vou começar do mais básico. É muito importante que você aprenda degrau por degrau sobre Renda Variável para não encará-la de maneira errada e perder seu suado dinheiro sem saber o que está fazendo. Vamos começar?

Diferentemente das definições mais comuns, eu considero o investimento em renda variável o ato de possuir algum bem, ou patrimônio, e a partir da sua valorização ou dos rendimentos ganhar uma renda passiva. Já a renda fixa está relacionada ao ato de emprestar dinheiro e receber juros no futuro.

Na renda fixa, sabemos exatamente qual é a regra de rentabilidade de um investimento antes mesmo de alocar o nosso dinheiro. Quando investimos no Tesouro Direto, sabemos que a rentabilidade será IPCA + 2,5% ou um CDB será de 120% CDI, por exemplo. Já na renda variável, isso não existe. Por isso muitos consideram como investimento de alto risco.

Renda variável é investir em ações?

Comprar e vender ações é considerado um tipo de investimento de renda variável, mas não se limita apenas a isso. Posso citar outros exemplos: Fundos de Investimento Imobiliários; compra e venda de imóveis; compra de imóveis para receber aluguéis; e empreender.

Veja que, em todos os exemplos, o investidor não sabe qual será o retorno do investimento. Não faz o menor sentido você comprar um imóvel e pensar: daqui a 5 anos vai ter rendido 10% ao ano, ou ainda, abrir uma empresa e vendê-la daqui a 10 anos por IPCA + 6%. Não tem como você controlar o fator dos juros na renda variável. Você pode ganhar menos dinheiro que o esperado, mas também pode ganhar muito mais.

Chegamos no ponto mais importante que todo iniciante deve saber: Renda variável significa que varia para cima e para baixo. Se variasse só para cima, se chamaria “Renda que só varia para cima”.

Entendendo e aceitando isso, você já está mais preparado que 80% dos investidores de renda variável, sem exagero.

Screen Shot 2019-11-25 at 20.54.29.png
Renda variável varia para cima e para baixo, nunca esqueça disso. (Fonte: B3)

Por que investir em renda variável?

Infelizmente, grande parte dos brasileiros que entraram na bolsa este ano o fizeram por terem escutado a promessa de dinheiro fácil, seja de corretores, analistas, youtubers, vizinhos, amigos, etc. Ou seja, a ganância de ganhar muito dinheiro imediatamente foi maior do que a vontade de aprender e ganhar um pouco constantemente.

Investir em renda variável nada mais é do que mais uma maneira de diversificar seus investimentos. Assim, você pode alocar parte do seu patrimônio em renda variável em busca de maiores ganhos que na renda fixa, mas sabendo que tem o risco de rentabilidades negativas esporadicamente.

Recentemente no meu Instagram, eu postei o histórico de seguidos prejuízos de alguns bancos  que oferecem seus títulos de CDB/LCI/LCA em corretoras. Não é incomum que esses bancos menores quebrem e, em alguns casos, o FGC não consegue cobrir todos os credores. Há alguns anos, um banco de médio porte quebrou e o FGC pôde ressarcir em apenas R$60.000,00 por pessoa física, e, infelizmente, não ressarciu ninguém que adquiriu os títulos via corretoras. Veja aqui a notícia.

Isso significa que você deveria sair correndo para a bolsa de valores com medo do banco do seu CDB falir? Não.

Significa que você deve começar a pensar em diversificar os seus investimentos. Se você tem 100% do seu capital alocado em um CDB de um único banco e ele quebrar, você perderá 100% do seu patrimônio. Já se você tiver 70% do seu dinheiro em CDB/LCI/LCA de 10 instituições financeiras diferentes, 20% no Tesouro Selic e 10% em ações de boas empresas, se um banco quebrar você comprometerá apenas 7% do seu patrimônio.

O mesmo se aplica a suas ações, se uma empresa de sua carteira de ações falir e você está bem diversificado em boas empresas, em CDB/LCI/LCA, Tesouro Direto e ações, apenas uma pequena parte do seu patrimônio será afetado.

Investindo em ações, FIIs, imóveis, etc. você terá ainda mais diversificação e potencial de ganhar mais dinheiro que na Renda Fixa, desde que saiba o que está fazendo.

Screenshot from 2019-11-26 09-21-28.png
Histórico de prejuízos de um banco que costuma oferecer títulos de renda fixa via corretoras (Fonte: Banco Data)

Medo de investir em renda variável

Esse medo é completamente normal, eu tive muito medo quando fiz o meu primeiro aporte em ações. Mesmo me preparando em cursos especializados e coerentes com meus objetivos na bolsa, eu ainda fiquei muito nervoso quando comecei a investir. Mas esse medo nada mais é do que falta de conhecimento e, principalmente, falta de experiência.

Depois de um tempo investindo, você verá que não é nada anormal nem extremamente complexo. Claro, alguns obstáculos vão surgir na sua frente, mas nada de outro mundo. Muita gente tem dúvidas sobre Impostos, taxas, utilização do Home Broker, filtrar boas ações, mas não se preocupe que nossos artigos irão te ajudar. Hoje quero apenas te dar uma visão geral.

Estamos juntos nessa jornada

Nas últimas semanas, nós recebemos muitos pedidos de artigos sobre renda variável. Eu confesso que estava um pouco relutante em escrever tais artigos no momento atual da economia. O clima de “oba oba” é perigoso, porque as pessoas deixam de controlar riscos e acham que a bolsa sobe para sempre.

Hoje há influenciadores na internet falando pros seus seguidores correrem para a bolsa de valores sem o menor preparo e sem entender que cada pessoa tem suas percepções de risco e perfil de investimento.

Não iremos por esse caminho. Temos consciência que o seu dinheiro e sua saúde está em jogo quando falamos sobre investimentos, isso é mais verdade ainda quando se trata de renda variável. Bolsa não é banco imobiliário, lá tem gente de verdade, negociando dinheiro de verdade. Pacientes que sabem ganhar pouco todos os meses e impacientes que vendem a casa própria e compram tudo em ações.

Então, continue lendo e aprendendo com nossos artigos se você quiser diversificar seus investimentos na bolsa, aportar uma parte do salário todos os meses e continuar cuidando da saúde, da família e se especializando na sua profissão e usufruir da sua fortuna no momento que desejar.

Nos próximos meses continuaremos escrevendo exclusivamente de renda variável, os conceitos básicos, como investir, motivações, filosofias de investimentos, medos que tivemos, erros e acertos. Também siga o nosso perfil no Instagram, pois tiraremos dúvidas e também postaremos vídeos por lá.

Nos vemos no topo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s