Aqui no blog falamos constantemente sobre dinheiro, boas maneiras de gastar, como ganhar mais e, principalmente, como investi-lo. O que quase nunca falamos é sobre a utilidade do dinheiro. Afinal, pra que ele serve?

Você pode logo ter pensado: “Ah, dinheiro serve pra comprar coisas e pagar contas” ou “Dinheiro serve pra viajar, curtir a vida e relaxar”. A verdade é que o dinheiro é como um martelo, uma chave de fenda ou um parafuso. É uma ferramenta.

Cabe a você aprender a usá-la.

Dê um martelo a um padeiro e ele não terá uso para ele, dê uma saco de farinha para um arquiteto e não terá utilidade alguma.

A ferramenta certa nas mãos de pessoas erradas, ou não têm utilidade ou têm resultados catastróficos. Veja abaixo:

Screen Shot 2019-10-14 at 18.48.38.png
A personificação do “boom” da Economia brasileira se provou um fracasso (Fonte: O Globo)

O dinheiro (ferramenta) nas mãos de Eike Batista se tornou um verdadeiro buraco negro de dinheiro, muitas pessoas foram enganadas pelas suas empreitadas na área de petróleo, hotelaria, mineração, energia, e por aí vai. Resultado: multas, processos, prisões e os “pobres mortais” que caíram na lábia ficaram a ver navios na bolsa de valores, enquanto ele enchia os bolsos.

Agora veja este outro exemplo:

A renda que esta escola consegue gerar através da venda de pães de queijo artesanais é totalmente revertida em melhoramentos nas instalações físicas, pagar professores e garantir uma educação inclusiva para todos os alunos matriculados.

Nas mãos certas, o dinheiro (ferramenta) produziu valor para a sociedade, promovendo educação, inclusão e empregos. Gerou valor para a sociedade e para o indivíduo.

Dinheiro é aquilo que você faz dele.

Ele pode ser seu grande aliado, ou seu maior inimigo. Saber utilizar esta ferramenta da melhor maneira possível vai garantir uma relação “ganha-ganha” entre você e o resto do mundo.

Você se tornará mais rico (financeiramente falando), ao mesmo tempo que você gerará valor para sociedade. Como assim?

Mais dinheiro no seu bolso é resultado do seu trabalho, dos seus investimentos financeiros, que outras pessoas usam seu dinheiro para “rodar a economia” do país, e também do seu consumo consciente.

Outra frase que me chamou atenção recentemente sobre dinheiro diz o seguinte:

O dinheiro não vale nada até você precisar dele.

Do mesmo jeito que um martelo, saco de farinha, um carro, uma chave de fenda não vale nada até você precisar deles.

Lembra daquele ditado que diz “só deu valor quando perdeu”?

É exatamente isso. Quando seu dinheiro está parado nas contas ou em investimentos, ele, provavelmente, não tem valor para você. Mas a partir do momento que você decide viajar, comprar roupas, comer fora, trocar de carro ou até usar para uma emergência, pode ter certeza que ele será a maior prioridade, e preocupação, da sua vida.

O dinheiro é uma ferramenta, está lá para ser usado e usufruído. Cabe a você aprender a melhor maneira de manusear o seu. E assegure que ele sempre estará à sua disposição para ser usado da melhor maneira possível.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s