Nós passamos a vida inteira inteira criando e reforçando regras que nos impedem de abraçar um fator muito importante para nosso bem estar: a felicidade que está na aceitação de quem nós somos por completo. Essa reflexão começou numa conversa em família e se completou com outro vídeo do canal Ludoviajante que citei no post da última segunda.

Nós vivemos tão preocupados em agradar os outros que esquecemos, na maior parte do tempo, de agradar a única pessoa que vai estar do nosso lado o tempo inteiro durante toda a nossa vida: nós mesmos.

Comecei a pensar nisso a partir de algumas frases que ouvi em conversas e fiquei me perguntando de onde vinha o fundamento para elas.

“Quando a pessoa fica idosa tem que cobrir as pelancas, pintar o cabelo”

“É feio demais um(a) velho(a) se vestindo de garotão(inha)”

“Quando você envelhecer essas tatuagens vão ficar uma beleza” (uma dose carregada de ironia no tom dessa)

E não era só sobre idade, era sobre peso, cor de pele e muito mais. Cada regrinha com o alvo bem definido para restringir.

Mas as que iniciaram minha reflexão foram as sobre idade. Primeiro porque a idade é algo natural, estamos todos envelhecendo enquanto estivermos vivos. Segundo porque o ser humano é, no mínimo, controverso de tratar a velhice como razão para chacota. A sobrevivência é basicamente um dos objetivos mais primitivos juntamente com a reprodução da espécie. Se alguém ainda está vivo depois dos seus 60 anos ou mais… essa pessoa vem vencendo a natureza dia após dia por toda sua trajetória. Então por que diabos esta pessoa não poderia colocar um biquíni em paz????

donald-teel-800155-unsplash.jpg
Nessa foto, tirada por Donald Teel, um senhor que se tatuou para manter as pessoas afastadas após danos sofridos anos antes.

Temos várias formas de expressar nossa identidade, de nos adornar, de construir a nossa história e todas elas merecem liberdade e respeito. Criar estereótipos maniqueístas a partir da imagem de alguém não é uma atitude razoável. Já é praticamente impossível definir um ser humano como completamente bom ou completamente mau… fazer isso através de sua aparência é pior ainda.

captura-de-tela-de-2019-06-05-10-21-29.png

Se você não gosta de algo, simplesmente não faça em você. Mas não queira que as pessoas façam o mesmo. Uma pessoa que chega à terceira idade já passou por tantas coisas, já enfrentou tantos dias que, sinceramente, ter que se preocupar se suas rugas aparecem ou sua pele envelhecida está saindo por uma abertura de sua roupa não me parece uma obrigação.

Cómo-se-ven-los-tatuajes-en-personas-mayores-18-605x750

Viver é difícil e envelhecer é parte da vida. Apenas a morte é capaz de interromper o envelhecimento. E isto é grande demais para alguém vir dizer que você não tem idade para um estilo, para realizar coisas que você tem meios para tal ou seja o que for.

É estupidez não reconhecer e aproveitar plenamente o privilégio de viver e envelhecer que nos é dado. Já nascemos velhos para isso.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s