Na postagem de hoje, vou te mostrar duas maneiras de aumentar seu patrimônio. Cada uma tem suas particularidades, mas creio que apenas uma delas continua sendo viável no longo prazo.

“Aumentar o patrimônio” é a nova maneira de falar “ficar mais rico”. Mas como hoje em dia riqueza nem sempre está associada a dinheiro, esse novo termo vem ganhando espaço por aí. Vamos relembrar a “regra de ouro” da Educação Financeira:

Não gaste mais do que ganha.

Seguindo essa regra, com certeza seu patrimônio irá sempre aumentar. Mas como é que podemos gastar menos do que ganhamos?

Na minha visão, temos duas opções:

  1. Gastar menos;
  2. Ganhar mais.

A opção 1 é a mais comum. Muitos Educadores Financeiros e Economistas exemplificam esta opção ao sugerir que as pessoas não gastem muito dinheiro com passivos (coisas que só vão te custar mais dinheiro para manter), que não tenham carro, que morem em imóvel alugado, que gastem horas pesquisando preço de itens nas lojas/internet antes de comprá-los. Alguns até ensinam alguns “sacrifícios” diários para economizar dinheiro: apagar luzes de casa, sair menos para jantar com a família, fazer menos atividades de lazer com os filhos fora de casa, e por aí vai.

Isso funciona? Sim, funciona. Eu concordo em utilizar esta opção como uma estratégia de curto prazo visando um objetivo concreto na sua vida, seja ele: quitar uma dívida, juntar dinheiro para viajar, comprar um carro ou pagar uma festa de casamento. Já imaginou ter que passar uma vida inteira fazendo sacrifícios para sobrar dinheiro? A energia e criatividade que usamos para cortar nossos gastos poderiam ser concentradas na opção 2.

A segunda opção exige mais trabalho, não dá resultados no curto prazo e pode requerer muitos sacrifícios, mas os retornos são para a vida inteira. Basicamente, envolve em aumentar a sua renda. Logo você pode pensar: tenho que ter dois empregos!? Resposta: NÃO!

Se você trabalha vendendo suas horas em troca de dinheiro, pense em uma maneira de aumentar o valor da sua hora: aprenda um segundo idioma (comece aprendendo de graça na internet), faça um curso de graduação ou pós-graduação, aprenda algo na sua área em cursos na internet (pagos e gratuitos), torne a vida dos seus colegas de trabalho mais fácil e gere mais resultados para empresa, trate o local de trabalho como se fosse seu. Foque no valor que sua hora gera e não nas horas que você passa dentro do seu trabalho, você só tem 24h no dia. Se, mesmo assim, sua hora trabalhada não ficou mais cara, considere ir para um local que a valorize mais.

Você pode também utilizar a internet para ter uma segunda fonte de renda, ou empreender em um negício próprio utilizando algumas horas do seu dia, considere usar seu conhecimento e criatividade para ganhar dinheiro resolvendo problemas de outras pessoas (você aprende como fazer isso de graça na internet). Hoje em dia, pode-se começar um empreendimento sem nem mesmo sair do emprego, apenas algumas horas do seu dia são necessárias para aprender como fazer isso.

Lembre-se: O maior, e principal, investimento é em você mesmo.

Veja que o único “sacrifício” da opção 2 é usar o seu tempo para estudar e aprender. Os resultados colhidos desta opção vão durar a sua vida inteira. Conhecimento não se perde, nem se rouba e, mesmo o vendendo, ele continua com você.

Observe na sua realidade quem são as pessoas que têm maior salário na sua empresa, o que você pode fazer para gerar os mesmo resultados que elas? Veja também o que as pessoas mais ricas do planeta têm em comum. Será que elas ficaram bilionárias vendendo horas ou usaram seu expertise para comprar as horas dos outros? Como você pode fazer o mesmo?

Lembre-se: Mesmo tendo uma renda mais alta, respeite a “regra de ouro” da Educação Financeira.

Na semana que vem, vou te mostrar a história de um professor de inglês que ficou multimilionário vendendo aulas na internet. Até lá!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s