Hoje trarei uma passagem que você já deve ter escutado na época de adolescente revoltado. Seja no livro ou no excelente filme lançado em 1999.

O trecho em questão é do livro “Clube da Luta”, de Chuck Palahniuk. Por muito tempo foi o meu livro e filmes favoritos. Superficialmente, a história conta como dois homens criaram um clube de lutas clandestinas no porão de um bar da cidades. Mas ela se mostra muito mais densa nas discussões sociais, que continuam bem atuais. Basicamente, é uma crítica de como somos escravos do “sistema”, como dependemos de posses materiais e sobre amadurecimento.

Resumindo, um prato perfeito para adolescentes.

O trecho que separei hoje é um discurso proferido por Tyler Durden , um dos protagonistas do filme, para seus “pupilos” do Clube da Luta. O trecho original pode ser visto a seguir:

I see all this potential, and I see it squandered. God damn it, an entire generation pumping gas, waiting tables – slaves with white collars. Advertising has us chasing cars and clothes, working jobs we hate so we can buy shit we don’t need. We’re the middle children of history, man. No purpose or place. We have no Great War. No Great Depression. Our great war is a spiritual war… Our great depression is our lives. We’ve all been raised on television to believe that one day we’d all be millionaires, and movie gods, and rock stars, but we won’t. We’re slowly learning that fact. And we’re very, very pissed off.

E em português:

Eu vejo todo esse potencial desperdiçado. Droga, uma geração inteira abastecendo carros e servindo mesas – escravos dos colarinhos brancos. Propagandas nos fazem buscar carros e roupas, trabalhar onde odiamos para podermos comprar porcarias que não precisamos. Nós somos a criança do meio da História, cara. Sem propósito ou lugar. Nós não tivemos uma Grande Guerra. Nem Grande Depressão. Nossa grande guerra é uma guerra espiritual… nossa grande depressão são as nossas vidas. Nós todos fomos criados pela televisão para acreditar que todos podemos ser milionários um dia, e deuses do cinema e astros do rock, mas não seremos. Estamos lentamente aprendendo isso. E nós estamos muito, muito irritados.

A cena original pode ser vista no vídeo abaixo:

O livro/filme ainda traz outras partes fantásticas e bem chocantes para o leitor/telespectador. É um material muito interessante e recomendo para quem deseja uma história subversiva, com capacidade de mudar sua visão de mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s