Deixamos de fazer muitas coisas que queremos por causa de desculpas. “Não tenho tempo”, “não tenho dinheiro”, “não sei como fazer” são as clássicas que todos nós proferimos quando temos vergonha, preguiça ou apenas para fazer corpo mole quando precisamos fazer algo.

Mudando o seu mindset, deixando de falar essas desculpas fáceis, definitivas e negativas é um dos caminhos para você ser livre para fazer o que gosta, ou pelo menos descobrir uma maneira de fazer. A palestra que estou recomendando hoje foi apresentada por Minda Dentler. Ela tem vários motivos para dar desculpas: teve poliomielite (paralisia infantil) por não ter tido acesso à vacina quando criança, por conta disso foi abandonada pelos pais indianos e cresceu em uma família adotiva nos Estados Unidos. Foi criada no mundo dos esportes, participava ajudando na distribuição de água em corridas locais, e também foi muito ativa nos estudos, chegando até mesmo a estagiar na Casa Branca e fazer intercâmbio por toda a Europa.

Sua carreira esportiva começou quando conheceu o handcycling (pedalada adaptada para usar as mãos) e, em seguida, começou no mundo do triatlo. Após anos de treino e dedicação, ela foi capaz de completar uma prova de Ironman que consiste em 3,8km de nado em mar aberto, 180km de ciclismo e 42km de corrida (veja mais aqui sobre essa competição) em, aproximadamente, 14 horas. Usando apenas os braços.

Se eu contar mais detalhes irei estragar a palestra, pois ela conta toda a história de uma maneira fantástica e com algumas reviravoltas que só ela é capaz de transmitir. Preste atenção na maneira que ela conseguiu motivação durante os momentos mais difíceis da prova e veja a expressão corporal dela ao falar dos detalhes da corrida. Veja o vídeo abaixo, há legendas em português disponíveis:

Eu assisti à esta palestra há muito tempo, mas revejo de vez em quando. Sempre me sinto feliz e revigorado ao escutar Minda falando das conquistas que teve na vida. Não foi um vírus que a fez desistir de tudo, nem colocar a culpa no destino, na natureza ou nos pais.

Toda vez que notar que está está dando desculpas por preguiça, vergonha ou achar que algo é difícil demais para você, lembre-se de Minda. Eu mesmo fico envergonhado quando lembro dela nos momentos que dou minhas desculpas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s