Às vezes bate uma vontade enorme de ser outra pessoa, de pular etapas, de acordar e estar na sua casa própria, ter milhões na conta e viagem marcada para o destino dos seus sonhos. Isso é natural, todos nós desejamos lá no âmago uma solução mágica para alguns aspectos de nossas vidas e até mesmo para o mundo. Mas será que você estaria preparado para essa virada repentina? Sei que o impulso é pensar “Claro que estou, a gente não precisa de esforço para se acostumar com algo bom”, mas será que você conduziria o seu súbito império de forma correta e sustentável?

Supondo que fosse possível trocar de corpo com uma pessoa que você acredita ter a vida que você almeja, o que você acha que aconteceria? Num primeiro momento, é possível que você ficasse eufórico e a outra pessoa surtasse um pouco. Mas provavelmente, depois de colocar a mão na cabeça e respirar fundo, o outro iria começar a recuperar tudo enquanto você provavelmente “desceria alguns degraus”. A pessoa não é melhor que você nem é falta de capacidade da sua parte, isso ocorre apenas porque a trajetória para onde você quer estar ensina coisas que te preparam para manter, melhorar e até conquistar tudo de novo se precisar. Os erros e acertos cometidos, as ferramentas para otimizar sua vida, tudo isso é o know-how que só as experiências, fracassos passados e o tempo podem oferecer. Então, aproveite a jornada.

Um caso real que ilustra bem como a falta de preparo pode acabar com a ilusão da solução mágica é o caso de Antônio, que ganhou na milhões na loteria e perdeu tudo por não saber administrar. E ele não é o único que “tirou a sorte grande” e se viu sem nada depois de algum tempo, é mais um que fracassou por causa da busca de prazeres de curto prazo.

Mas tudo isso não tem só a ver com a chance que uma pessoa que não teve Educação Financeira tem de perder tudo se ganhasse na loteria. O trajeto pode e provavelmente vai precisar de muito mais que isso. Uma pessoa que, por momentos difíceis, acabou ficando com compulsão alimentar por muito tempo até pesar mais de 200kg, ter problemas de saúde e de mobilidade e deseja agora vencer a compulsão, não deve simplesmente fazer uma cirurgia bariátrica e esperar que isso resolva sua situação do dia pra noite. Antes disso, a pessoa precisa de acompanhamento profissional ou algum mecanismo que cuide de sua saúde mental para que ela supere as coisas que eram descontadas na compulsão. Durante o processo, melhorar os hábitos alimentares, mudar a relação com a comida e voltar a se movimentar gradativamente, até que possa fazer exercícios. Retomadas as rédeas, a bariátrica pode potencializar os resultados físicos, mas corpo e mente precisam de cuidado intensivo, simultâneo e equilibrado. Com os meios certos, recobrar a disciplina e a persistência é possível.

E é isso que diferencia você da pessoa que você quer ser. Não é um dom natural nem uma solução abrupta, é disciplina, organização, insistência, obstinação. Coisas que você é capaz de conseguir e usar para seu autodesenvolvimento, enriquecimento e autorrealização.

zhaoqi-yu-1130416-unsplash
A grama do vizinho pode ser mais verde, mas às vezes não sabemos as escolhas e sacrifícios que ele fez para ela ser assim.

Por fim, mas não menos importante, apenas olhar para a grama do outro não é produtivo. Apenas observá-la e desejá-la, ou pior, querer que ela seque e morra não te trará bons resultados. Você pode observar o seu vizinho acordar cedo para apará-la, remover as pragas, irrigá-la com frequência, investindo tempo e dedicação e se inspirar nisso para fazer na sua própria. Quando você deseja um estilo de vida, deve ter consciência que deseja os proventos e as renúncias. Prepare sua dedicação, seus sprinklers e seu aparador. Com o tempo, você também aprenderá a técnica para ter uma bela grama.

2 comentários em “A grama, o aparador e os sprinklers do vizinho

    1. Realmente é difícil de acreditar no quanto a falta de educação financeira pode ser nociva. Por essas e outras que temos a desigualdade como ela se encontra. Temos no blog uma tentativa de plantar sementes e diminuir o problema pelo menos para alguém.

      Curtir

Deixe uma resposta para Carol Wanderley Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s