Nunca se falou tanto em posições de liderança no ambiente corporativo. Sempre vemos por aí imagens, até mesmo cômicas, mostrando as diferenças de líder e chefe, que líder inspira e chefe manda, que líder motiva e chefe “poda” e limita. Para que você se insira nesse novo contexto de trabalho, será necessário desenvolver algumas habilidades imprescindíveis a esse papel, conhecimento técnico não bastará para ser um bom líder.

Antes de continuar a leitura, irei deixar claro: líder não é cargo. Uma pessoa pode ter um cargo de entrada onde trabalha e ser considerado um líder pelos colegas. Do mesmo jeito que pode ter um cargo “colarinho branco” e não ser um líder para ninguém, ter apenas autoridade. Não se limite pelo seu cargo atual.

Para ser capaz de liderar outras pessoas nada melhor do que se autoliderar, um conceito definido por Manz e Sims Jr. em 1991. Eles afirmam que:

É um processo no qual o indivíduo se auto influencia para desenvolver um autoconhecimento, seja quem ele é, o que é capaz de fazer, para onde está indo, e com isto obter a autodireção e a automotivação necessárias para se comportar e atuar de tal forma que alcance a sua meta pessoal desejada.

Como alguém irá liderar outras pessoas se não consegue liderar a si mesmo? Não tem prioridades na execução de tarefas, não desenvolve relacionamentos, disciplina, resiliência, ética, integridade, motivação e controle de emoções. Primeiro lidere a si mesmo, só depois poderá pensar em liderar outras pessoas.

O caminho de um líder nunca tem fim, é necessário constante adaptação, pois ele sempre está inserido em um contexto de pessoas, onde cada uma tem suas características e particularidades e, em muitos casos, não devem ser tratadas de maneira igual. Calma, vou explicar. Recentemente, li um livro do famoso treinador de vôlei Bernardinho, ele fala que quando treinava a seleção feminina ele notou que uma jogadora não precisava de nenhum treino extra por ter “talento natural” para a modalidade, e era, como ele define, uma solista impecável, mas uma péssima jogadora de equipe (ironicamente, essa jogadora é Fernanda Venturini, esposa de Bernardinho), enquanto outra estava muito bem inserida na equipe, mas por diversas causas externas estava sem motivação, sem vontade de melhorar e não se entregava ao máximo nos treinos, tendo desempenho aquém do esperado de uma atleta de alto nível. Bernardinho, como excelente líder que é, conduziu essas duas jogadoras de maneiras diferentes, mas sempre focando em extrair o máximo delas, e ambas finalmente descobriram e exerceram seus papéis dentro do time.

Cada pessoa pode se motivar por objetivos diferentes, como Maslow propôs na famosa “Pirâmide de Maslow”. Algumas aceitam mais desafios e trabalho duro para se autorrealizar, enquanto outras precisam ser retiradas da sua zona de conforto ou ainda podem estar buscando aceitação social. Por isso a adaptação é tão importante, cada situação e cada liderado requer abordagens específicas. O líder, nas palavras de Bernardinho, sempre deve tensionar a corda, mas nunca arrebentá-la.

Resultado de imagem para pirâmide de maslow
A Teoria das Necessidades Humanas, ou apenas Pirâmide de Maslow. (Imagem: Opinion box)

Outra característica que considero importantíssima para a figura de um líder é a empatia. Segundo o Dicionário Online de Português, empatia é:

Ação de se colocar no lugar de outra pessoa, buscando agir ou pensar da forma como ela pensaria ou agiria nas mesmas circunstâncias.

Para você desenvolver essa habilidade, você necessitará de curiosidade e escuta ativa. Precisará ser genuinamente curioso para fazer as perguntas certas para saber o que as outras pessoas buscam, o que querem e quais são seus objetivos. A escuta ativa é ter atenção e processar corretamente as respostas dessas perguntas a fim de saber quais são os sentimentos do outro ao falar sobre determinado assunto. Faça um teste: chegue em um amigo e peça pra ele falar de algo que gosta e vá fazendo perguntas, com certeza ele irá começar a sorrir, gesticular e falar mais rápido e mais alto. Se você prestar atenção nesses sinais, você estará amadurecendo sua escuta ativa.

As qualidades que citei: autoliderança, adaptação e empatia não são disciplinas que aprendemos no colégio e nem na faculdade. Você pode ter passado uns 23 anos da sua vida sem sequer ter escutado essas palavras nem o que elas significam nesse contexto.

Tendo essas três habilidades, você estará pronto parta conhecer a Inteligência Emocional, conceito popularizado por Daniel Goleman em seu livro homônimo, que diz:

Inteligência Emocional é capacidade de identificar os nossos próprios sentimentos e os dos outros, de nos motivarmos e de gerir bem as emoções dentro de nós e nos nossos relacionamentos.

Possuir essa habilidade é inerente a todo líder, saber identificar sentimentos dos outros, motivar, gerir emoções, controlar impulsos e saber manter relacionamentos em constantes conflitos (técnicos) serão ações corriqueiras de alguém com esse status. Vale muito a pena ler mais sobre esse assunto (em sites, livros e, futuramente, aqui no blog) e, principalmente, colocá-lo em prática.

A maioria das pessoas pensa que liderança é sobre estar no comando, mas não é bem assim. É sobre tomar conta daqueles que estão sob sua responsabilidade. Outros ainda pensam que as pessoas trabalham para o líder, na verdade ele trabalha para os que estão na equipe e na organização. É responsabilidade dele cuidar das pessoas e fazer com que elas se sintam seguras, valiosas e criando um ambiente ideal para cada um se desenvolver sem amarras ou medo. Trata-se de treinar, ensinar, e também de disciplinar quando necessário, dar a oportunidade de falhar, aprender com os erros e tentar novamente.

Lembrando: autoliderança, adaptação, empatia e, finalmente, Inteligência Emocional. Você conhecendo e praticando essas quatro habilidades, estará na direção certa para ser um verdadeiro líder, capaz de transformar um amontoado de pessoas em um time de alto desempenho sob uma mesma visão.

Um comentário em “Os primeiros passos para ser um bom líder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s