O fantasma da falta de experiência assombra não só quem está saindo de uma instituição de ensino para o mercado de trabalho, mas também quem está buscando uma recolocação (mudar de profissão). O ciclo é: não tenho experiência porque nunca trabalhei, nunca trabalhei porque não tenho experiência. Várias pessoas levam um “não” em entrevistas, ou nem mesmo são chamadas para processos seletivos, por causa da temida falta de experiência. Porém, tenho uma boa notícia: o problema é seu, ou seja, você mesmo consegue resolvê-lo.

Na minha visão você tem duas opções:

  1. Reclamar que a vida não te dá oportunidades; ou
  2. Fazer alguma coisa a respeito.

Escolhendo a opção 2, você assume a responsabilidade da sua vida e tomará as atitudes para solucionar esse problema. Infelizmente, cada caso é um caso e o que podemos fazer é ajudá-lo a achar o caminho: você tem que quebrar esse ciclo onde você tem o poder da escolha, que é na falta de experiência. Quebrando isso, o ciclo inteiro desmorona.

Se você está lendo esse post, arrisco dizer que você possui as duas maiores máquinas de fazer dinheiro já vistas na história da humanidade: a primeira delas está logo acima do seu pescoço e a segunda na sua frente, através do seu celular ou computador. Usando ambas em conjunto, várias pessoas atingiram bilhões em riqueza, ajudaram milhões de pessoas e deixaram sua marca na História.

Como curiosidade, veja um comparativo do poder de processamento do computador que levou o homem à lua em 1969 e de um iPhone 5S (lançado em 2013):

5s
Imagem retirada do site blogdoiphone.

Note o tamanho do poder que temos em nossas mãos, podemos utilizá-lo para ver fotos de desconhecidos na praia, brigar por causa política e reclamar da vida ou podemos usá-lo para aprender, ganhar dinheiro, ensinar e trabalhar. Nós e uma infinidade de outras pessoas utilizam essa ferramenta para compartilhar conhecimento através de postagens em blogs, videoaulas ou tutoriais (de programação de softwares a maquiagem, todos têm o seu valor), vender produtos ou serviços, fazer publicidade, agilizar pedidos de comida a domicílio, estudar, etc.

Dependendo do seu perfil e do que deseja fazer, você pode utilizar a internet e seu cérebro para desenvolver uma série de habilidades que não precisam de um emprego para serem desenvolvidas (mas precisarão de trabalho e dedicação) e muitas delas têm um investimento financeiro muito baixo ou até mesmo zero. Vamos dar uma olhada em alguns caminhos que você pode seguir:

Se você for como eu, da área de TI, tenho excelentes notícias para dar: basta achar seu maior interesse (programação, testes, redes, algoritmos, banco de dados, etc.), encher seu GitHub de projetos pessoais ou contribuir em projetos de código aberto existentes. “Coce sua coceira”, crie softwares que resolva seus próprios problemas. Ah, e não esqueça de linkar seu GitHub no seu currículo antes de sair mandando por aí. Já vi pessoas que estão trabalhando na Europa porque fizeram exatamente isso.

Caso queira melhorar seu aprendizado via cursos, é possível fazer uma infinidade de cursos online gratuitos de Universidades de todo o planeta via Coursera. A Universidade Harvard também oferece cursos online gratuitos (e outros pagos) não só em TI, mas em outras áreas de conhecimento. 

harvard.png
Áreas dos cursos onlines oferecidos pela Universidade de Harvard.

É cobrada uma taxa optativa de US$99 caso você deseje obter um certificado ao final do curso. Um certificado de Harvard com seu nome estampado por pouco mais de R$400,00 e algumas semanas de estudo parece uma ótima promoção, você não acha? Além de obter conhecimento, você vai desenvolver sua disciplina de estudar por conta própria, o seu inglês e sua capacidade de cumprir prazos em cursos online.

Se você quer ser um vendedor ou trabalhar em restaurante, mas não consegue uma vaga por falta de experiência? Já pensou em vender algo por conta própria? Aprenda com Rick Chesther e vá vender água/tapioca/pastel/brigadeiro/bolo/coxinha/doces/pipoca/hot-dog/artesanato/empadas/água de coco/hambúrguer/pizza/açaí na rua, na praça, na praia, em frente a universidades ou na internet. Se você aprender direitinho, creio que ganhará muito mais dinheiro que trabalhando para os outros em uma loja, restaurante ou lanchonete e ainda será seu próprio chefe. Minha dica é: foque no valor do seu produto ou serviço, não no preço. O carro mais vendido no Brasil em 2018 não é o mais barato, o smartphone mais vendido no mundo em 2018 não é o mais barato, só para citar alguns exemplos. Se não sabe nada sobre vendas, pesquise “Como vender?” logo após terminar a leitura desse post.

Quer ser professor, mas nunca deu uma aula e ninguém quer te contratar? Pega esse celular, começa a filmar ou gravar, fala o que você quer ensinar, manda pros seus amigos e posta no seu Facebook/Instagram/Twitter/Snapchat/WhatsApp/LinkedIn/Youtube. Não se preocupe, o seu primeiro vídeo será o pior de todos, a tendência é melhorar. Se você gravar uma aula de uma hora e passar para 20 pessoas, terá dado 20 horas de aula trabalhando apenas uma hora, agora pense como escalar e monetizar isso. Fazendo uma busca rápida no Youtube, foi possível achar canais de professores com centenas de milhares de inscritos e alguns até com mais de um milhão. ENEM, vestibular e concursos públicos ocorrem todos os anos, milhões de alunos estão loucos para consumir conhecimento. Você não precisa estar em uma sala de aula para ensinar algo.

Oportunidades podem até cair do céu, mas você só vai conseguir aproveitá-las se estiver preparado ou elas vão escapar pelos seus dedos. Quando você decidir que os problemas da sua vida são seus, e apenas seus, o próximo passo será tomar uma atitude e virar o jogo (virar a mesa se for preciso). Reclamar da vida e colocar a culpa nos outros não vai resolver os seus problemas. Aja!

4 comentários em “Quebrando o ciclo da falta de experiência

    1. Exato, Jonas.
      Esse artigo foi escrito especialmente para criar esse sentimento. Quem consegue lê-lo tem todos os insumos para começar a agir: sabe ler, tem acesso à internet e possui smartphone ou computador. Tendo isso, uma pessoa já pode fazer um curso para adquirir novas habilidades, ver vídeos no youtube para aprender a vender algo ou até mesmo ler artigos desse e outros sites sobre investimentos e renda passiva.
      Obrigado pela leitura e comentário.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s